Da cidade sacra à cidade laica. A extinção das ordens religiosas e as dinâmicas de transformação urbana na Lisboa do século XIX

(1/1)
Designação
Hospicio de Nossa Senhora da Conceição

Código
LxConv116

Morada actual
Rua Luísa Todi (nº de porta desconhecido)

Sumário
O Hospício de Nossa Senhora da Conceição, de religiosos franciscanos do Rio de Janeiro, localizava-se na Travessa da Estrella (atual Rua Luísa Todi), ao Bairro Alto. Fundado em 1703, sofre pequena ruína com o terramoto de 1755, encontrando-se o seu edifício totalmente reparado três anos depois.

Caracterização geral


Ordem religiosa
Ordem dos Frades Menores. Província da Conceição do Brasil

Género
Masculino

Caracterização actual


Situação
Hospício - Existente

Descrição


Enquadramento histórico
O Hospício de Nossa Senhora da Conceição, de religiosos franciscanos do Rio de Janeiro, localizava-se na Travessa da Estrella (atual Rua Luísa Todi, correspondendo presumivelmente ao presente número 18), ao Bairro Alto. Fundado a 18 de Abril de 1703 é confirmado por Decreto Real desde o dia 22 de Fevereiro de 1709" (Claustro Franciscano, p. 106), sofre pequena ruína com o terramoto de 1755, encontrando-se o seu edifício totalmente reparado três anos depois (Castro, p. 382). No final do século XIX o quarteirão foi totalmente remodelado.

Cronologia


1703-04-18 Fundação do hospício.
1709-02-22 Confirmação da fundação por Decreto Real.
1755-11-01 O edifício sofre pequenos danos com o terramoto.
1758 O edifício já se encontrava reparado.

Fontes e Bibliografia


Monografia

CASTRO, João Bautista de - Mappa de Portugal Antigo e Moderno. Lisboa: Oficina Patriarcal de Francisco Luis Ameno, tomo terceiro, parte V, 1763, p.382.

CONCEYÇÃO, Fr. Apollinario da - Claustro Franciscano, Erecto no Dominio da Coroa Portuguesa e estabelecido sobre dezeseis venerabilissimas columnas. Expoem-se sua origem, e estado presente. Lisboa Occidental: Na Offic. de Antonio Isidoro da Fonseca, 1740, p. 106.

Material Fotográfico


Hospicio de Nossa Senhora da Conceição | Carta Topográfica de Lisboa e seus arredores, 1856/1858.


Inventariantes


Tiago Borges Lourenço - 2015-09-02


© in patrimonium .net
Câmara Municipal de Lisboa
 Data: 2022-08-16